Imprensa

05-Fev-2020 13:00 - Atualizado em 15/10/2020 00:20
APOIOS

Sindicalistas de Sorocaba aderem à Frente Popular para disputar as eleições municipais 2020

Encontro com os pré-candidatos a prefeito Raul Marcelo e a vice-prefeito Paulo Estausia ocorreu na terça-feira, 4

Os dirigentes sindicais dos principais sindicatos de trabalhadores de Sorocaba estarão juntos na Frente Popular que irá disputar o governo de Sorocaba nas eleições municipais deste ano tendo à frente da chapa os pré-candidatos Raul Marcelo (PSOL) a prefeito e o sindicalista Paulinho Estausia (PT) a vice-prefeito.

O encontro dos pré-candidatos com os sindicalistas aconteceu na última terça-feira, 4, na sede do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região. Na ocasião, Paulinho falou da responsabilidade do movimento sindical para frear o desmonte dos direitos trabalhistas e sociais que tanto está prejudicando a população.

“Nós, do mundo sindical, estamos sendo chamados à responsabilidade. O atual governo está desmontando tudo o que existe de proteção aos trabalhadores e à população mais pobre e nós somos quem podemos barrar essa destruição, porque temos compromisso real com as famílias dos trabalhadores. Portanto, chegou a hora de estarmos mais uma vez na linha de frente e espero poder contar com todos vocês nesta Frente Popular para mudar Sorocaba!”, falou o pré-candidato a vice-prefeito Paulinho Estausia.

O pré-candidato a prefeito Raul Marcelo lembrou que PSOL e PT estiveram juntos nas principais lutas dos últimos anos, desde o processo de impeachment que foi um golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, na luta contra as reformas trabalhista e da Previdência, no segundo turno das eleições presidenciais em apoio ao candidato do PT Fernando Haddad e contra o fascismo representado por Jair Bolsonaro, e que agora estão juntos em Sorocaba para apresentar à população uma chapa voltada aos trabalhadores.

Raul ressaltou que o combate ao discurso de ódio e às fakenews (notícias falsas) é uma tarefa de todos e fez um paralelo com o nazismo na Alemanha.

“Neste fim de semana estive na Alemanha e fiz questão de gravar um vídeo em um dos campos de concentração para lembrar das atrocidades do nazi-fascismo que tanto o Bolsonaro e seus apoiadores defendem. Lembro que, antes de ser completamente implementado na Alemanha, o nazismo começou assassinando os sindicalistas e destruindo os sindicatos, era para deixar o caminho livre para eles fazerem todas as atrocidades que conhecemos”, explicou o pré-candidato a prefeito Raul Marcelo.

Raul Marcelo convidou os dirigentes sindicais de Sorocaba a participarem da formulação do programa de governo da Frente Popular para Mudar Sorocaba. “Quem tem o que dizer para onde a cidade deve ir são os trabalhadores!”, afirmou o pré-candidato a prefeito.

O pedido dos pré-candidatos foi prontamente aceito e, nas falas que se seguiram de todos os dirigentes presentes, o apoio e a participação na elaboração das propostas que serão apresentadas à sociedade foram garantidos.

A diretora da Apeoesp Sorocaba Magda Souza de Jesus falou da responsabilidade que a Frente Popular tem de formular políticas públicas que melhorem a qualidade do ensino e da saúde.

“Nós teremos que tratar com muito carinho da educação e saúde públicas. São os filhos dos trabalhadores que estudam nas escolas municipais, são as famílias dos trabalhadores que usam os postos de saúde e os pronto-atendimento”, explicou Magda.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região Leandro Soares ressaltou a importância de a Frente Popular trabalhar para gerar empregos na cidade e lembrou que a categoria metalúrgica teve uma queda significativa no número de postos de trabalho.

“A indústria sorocabana está intrinsicamente ligada à Argentina e o posicionamento do Bolsonaro em relação ao governo argentino nos prejudica e muito. Precisamos criar propostas para estreitarmos as relações com a Argentina e buscarmos, como os governadores companheiros nossos do Nordeste, investimentos diversificados que não dependam do governo federal”, ressaltou Leandro.

Leandro lembrou que a política sorocabana precisa ser renovada. “Sorocaba sempre foi governada pela direita e, por isso, vivemos essa situação caótica de hoje. É fácil debater e mostrar que temos o melhor projeto para cidade”.

As pré-candidaturas de Raul Marcelo e Paulinho Estausia serão referendadas conforme determinação da legislação eleitoral em vigor.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado